Visual Studio ALM Rangers

A mais ou menos seis meses (agosto 2016) passei a integrar o time do Visual Studio ALM Rangers. Tem sido uma experiência fantástica.

Para quem não conhece, os ALM Rangers são um grupo de profissionais espalhados ao redor do mundo que trabalham voluntariamente, orientados pelo time de produto do TFS/VSTS, para entregar guias e ferramentas que complementem o produto e eliminem barreiras na sua adoção.

É um grupo muito organizado. Apesar de estarmos todos distribuídos pelos quatro cantos do mundo, o processo de trabalho é muito bem definido e coordenado por dois Program Managers, únicos que ficam dedicados em tempo integral ao time. Todos outros integrantes são voluntários que trabalham nas suas horas vagas. A colaboração do time é toda centralizada no VSTS, mas email e Slack também são utilizados para comunicação. Saiba mais aqui.

É impressionante ver a quantidade de soluções produzidas pelos Rangers sabendo que é tudo trabalho voluntário e de um time 100% distribuído, confira. Dentre as mais famosas contribuições estão o Version Control Guide (antigo Branching and Merging Guide) e os já aposentados ALM Assessment Guidance, TFS Integration Platform e Team Foundation Build Guidance. Esse último eu utilizei muito para customizar builds e até cheguei a construir uma ferramenta de automação de deployment tendo esse guia como ponto de partida.

A pouco mais de um ano, quando foi disponibilizada as extensões para o VSTS, e posteriormente o marketplace do Visual Studio, os Rangers vem dando muito foco a criação de extensões para o VSTS. Todas as extensões do publisher Microsoft DevLabs são extensões desenvolvidas pelos Rangers, dentre as mais baixadas temos:

As três primeiras estão entre as dez extensões mais baixadas no marketplace, sendo a Folder Management é a quarta mais baixada (na data de publicação deste post). Além de extensões, os guias e ferramentas produzidos estão sendo direcionados a atender práticas de DevOps, em alinhamento com o direcionamento do produto.

Não há como ter dúvida do quão relevante é o trabalho que os Rangers produzem. Sinto me privilegiado de fazer parte do time. Nesses poucos meses como Ranger, tenho contribuído no desenvolvimento da extensão Build Usage. Tenho aprendido muito, e espero poder compartilhar com vocês meus aprendizados.

Interessou em ser um ALM Ranger? Não é um processo muito complexo. Antes de mais nada:

  • Você deve conhecer bem VSTS/TFS e também DevOps e ALM;
  • Será muito bem-vindo se já souber desenvolver extensões para VSTS/TFS, mas não é pré-requisito;
  • Será muito bem-vindo conhecer javascript e typescript, mas também não é pré-requisito;
  • Estar disposto a trabalhar voluntariamente para contribuir com a adoção de DevOps utilizando VSTS/TFS;

Satisfazendo esses pré-requisitos, no blog dos Rangers você tem todas as instruções de como submeter sua inscrição. Procure por "How do I join the ALM Rangers?". Basicamente:

  • Procure por um Rangers mais próximo de você;
  • Forneça a ele as informações solicitadas como parte da sua inscrição (vide o blog);
  • Peça que ele submeta sua inscrição em seu nome;

A submissão será avaliada por outros Rangers. Se certificarem que você tem capacidade para contribuir irão aprovar sua submissão. Se você atender aos requisitos, o processo de admissão é bem tranquilo. Mas para permanecer no time é necessário estar ativo e contribuindo constantemente, senão você é desligado. Conciliar família, trabalho e Rangers é o grande desafio. E eles sempre fazem questão de lembrar essa ordem de priodades :-).